Friday, October 14, 2011

Chafurdando

Algumas hipóteses sobre o dérbi que acontece neste sábado, todas um mero exercício de criatividade e, infelizmente, verossímeis.

- Vários clubes que lutam pelo acesso (Náutico, Americana, Sport, Boa, Bragantino e Vitória) se juntam para entregar uma polpuda mala branca ao Guarani. O endividado grupo bugrino, constantemente às voltas com problemas de salários atrasados, ganha uma motivação imensa e entra em campo com "sangue nos olhos". Vitória e bico na crise.

- O time da Ponte, "escoltado" pela simpatia da Globo para que o clube campineiro retorne à elite do futebol brasileiro, vence talvez com um apito amigo (duvido que seja preciso) e dá mais um grande passo rumo à primeira divisão. Para explicar a simpatia global ali de cima: ainda no fim do primeiro turno o presidente Carnielli já negociava com diretores globais as cotas de transmissão da Série A 2012 (!!!), então perder o acesso seria um Titanic símio - e até a Globo acharia inconveniente perder um clube rentável no principal torneio do país.

- A torcida ponte-pretana teria direito a cerca de cinco mil ingressos, mas o número caiu para menos de mil e quinhentos a pedido da Polícia Militar paulista. Com os eventos acontecidos no clássico do primeiro turno, a chance de retaliação dos "hooligans do interior" alvinegros seria grande, prejudicando assim com perdas de mando de campo Ponte Preta E Guarani, que ainda lutam pelo acesso e contra o rebaixamento, respectivamente. Portanto, os próprios presidentes dos clubes poderiam ter interesse em requisitar à PM a diminuição da carga de entradas para visitantes.

- Revoltados pela má administração bugrina, jogadores do Guarani liderados pelo sindicato dos atletas e pelo capitão da equipe organizam o "Ocupe o Brinco de Ouro" e, num exemplar ato de luta pelo direito do trabalhador, entram em campo e recusam-se a jogar. Mantêm-se estáticos, de braços cruzados e apenas assistem os três primeiros gols da Ponte serem marcados. Após o terceiro tento (símbolo dos três meses de vencimentos não pagos), jogadores bugrinos retiram-se de campo e o ato ecoa pelo mundo, sendo referido como a Primavera Bugrina. Leonel Martins é deposto e uma teocracia é imposta.

- Independentemente do resultado da partida, torcedores alvinegros iniciam um tumulto após uma briga com torcedores rivais, com a polícia ou tentativa de invasão do estádio. Empurra-empurra, muito spray de pimenta no ar e partida paralizada. O que acontece nesta partida é irrelevante em termos de resultado, mas o dérbi passa a não ter a presença das torcidas visitantes em 2012.

De novo?
- A mais baixa e mais suja: defendendo interesses superiores (FPF e o que restou do Clube dos 13, principalmente), a Ponte entrega o jogo para salvar o Bugre do rebaixamento - que significaria, até em termos literais, a morte do clube verde e branco. Como recompensa, a Macaca é recompensada com uma sequência de vitórias até o fim da Série B. Acho que já é tarde para pensar em título, mas se acontecer, a profecia é este post.

No comments:

Post a Comment

comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...