Thursday, March 17, 2016

Gráfico da vida

Nos últimos dias venho refletindo bastante sobre como está meu ano de 2016 e, depois de percorrer mentalmente um trajeto que me levou a um destino até então inesperado, resolvi botar em prática a ideia de comparar o ano atual com 2006. Assim teria uma visão mais abrangente e poderia também obter uma referência: estou evoluindo? Estagnei? Piorei?

Para avaliar melhor cada um dos anos e fazer essa comparação decidi fazer uma atividade conhecida como Roda da Vida. Conheci este exercício numa aula da pós-graduação e ele exige um tanto de reflexão e autoconhecimento - o que pode soar como bobagem até precisarmos preencher o teste e qualificar quão bem realmente estamos. A roda se parece com uma pizza em que cada fatia representa um aspecto de nossas vidas: financeiro, familiar, emocional, intelectual, etc. Abaixo, como ela fica antes de ser preenchida.


O número dentro de cada fatia é a "nota" deste aspecto, sendo 1 a mais baixa e 10 a mais alta. Abaixo, como um exemplo, preenchi alguns campos como os preencheria alguém cujo salário é satisfatório e que vive em ótimo momento profissional, porém de insatisfação com seus hábitos culturais.


Em vez de realmente preencher a roda, criei uma planilha no Excel com uma linha para cada um dos campos acima e dei a nota de cada aspecto, com uma coluna de 2006, outra de 2009 (um ano particularmente ruim) e 2016. Finalmente, com todas as notas em mãos, criei um gráfico com uma linha para cada ano, em que cada coluna representa uma das facetas da roda. No gráfico abaixo fica um pouco mais fácil de entender:

2006 em azul, 2009 em rosa e 2016 em amarelo
E olha aí: 2016 acabou mostrando que caminha muito bem. 2009, embora um ano difícil, teve seus bons momentos e 2006, que eu julgava um período muito bom, teve seus trancos e muitos barrancos. Mudaram as expectativas, a cobrança pessoal e os parâmetros de avaliação/expectativa no decorrer dos anos. O que era bom tornou-se mediano ou até motivo de arrependimento em uma década. E sei lá eu como verei meu 2016 daqui alguns anos.

Fica então a ideia para quem quiser realizar esse exercício também. Talvez com uma métrica que passe ano por ano, caso haja paciência para o esforço. Ou quem sabe para definir metas para o futuro?

3 comments:

  1. bora aprender a fazer gráficos no exce!!! :p

    ReplyDelete
  2. Mas jornalista usando Excel? hahahahahaha
    Gostei da ideia!

    OBS: preciso te ensinar a por a legenda do gráfico e a formatar eixos hahahaha

    ReplyDelete
    Replies
    1. Opa, no Excel eu não tenho limites!! hahaha (mentira, meus conhecimentos não vão muito além dum vlookup)

      quanto às legendas, se forem pra identificar cada coluna, essas eu até consigo fazer, mas nesse caso omiti mesmo na hora de pegar o print... agora, essa formatação dos eixos já soa mais interessante haha

      Delete

comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...