Saturday, April 23, 2011

Falta pouco

Nesta semana houve o feriado de Tiradentes e, há um ano, passei por dois momentos decisivos nesta data comemorativa. Assim como defini a um amigo paulistano usando uma expressão esportiva, era dia de "rodada dupla": sairia para tomar um café da manhã com minha vizinha e, perto do horário de almoço, teria uma entrevista gerencial na IBM. Pois bem: o café durou algumas horas e foi interrompido pelos funcionários da padaria que já preparavam o espaço para servir o almoço. Pouco tempo depois cheguei a Hortolândia, falei com minha ex-futura chefe e após algumas semanas fui admitido no emprego. Neste meio tempo, saí mais algumas vezes com a vizinha, hoje minha namorada Lucila.

Nestes últimos dias pensei bastante nesse momento e, principalmente, em toda a confiança que recebi dela. Exceto pelas "marias chuteiras", as mulheres não querem um homem pelo seu dinheiro, mas em parte pela segurança que ele pode oferecer e por suas ambições. No entanto, recebi muito apoio duma companheira que acreditou em mim e que me deu uma chance mesmo quando eu estava num momento desfavorável, desempregado já por um bom tempo.

A comemoração, então, foi simples, mas carregada de significados. Fomos à mesma padaria daquela manhã ensolarada do outono passado, de novo com limitação de horário graças à empresa da qual faço parte, mas desta vez por ter que começar a trabalhar de casa às 13 horas (pedi a mudança, mesmo com a indagação de meio time sobre a escolha de ficar online até tarde no feriado). O mais óbvio é que fomos lá para relembrar aquela primeira vez, mas também achamos outras razões, mas só posso falar pelas minhas: fui para não esquecer daquele voto de confiança dado a um ano. Também fui para dar início a uma tradição e que esta seja apenas a primeira de muitas repetições.

"You know that I care what happens to you and I know that you care for me too"
Estamos agora prestes a completar o primeiro ano de namoro. Vamos nos desencontrar um pouco na data, mas já temos viagem marcada logo depois - assim que voltar da primeira viagem das férias, que comentarei no próximo post, faremos uma viagem a dois para Minas Gerais. Apesar do tempo juntos, será nossa primeira viagem para turismo de fato, já que nas outras várias outras vezes em que pegamos a estrada, geralmente vamos visitar parentes ou amigos. Por enquanto, o jeito é roer as unhas com a espera e a ansiedade.

P.s.: Se tiver alguém esperando uma declaração pública... fiquem esperando sentados (hehe).

1 comment:

  1. Muito amorrrrr e companheirismo pra nós!!!! E vambora arrumar as malas, hehehehe!!! :)

    ReplyDelete

comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...