Friday, May 4, 2012

Férias

Enfim, elas chegaram. Os breves dez dias de folga em janeiro, ainda referentes ao ano de 2010, passaram rapidamente e deixaram a impressão de serem apenas uma licença médica para a cicatrização de minha tatuagem. Agora estou com vinte dias de ócio para preencher parcialmente com uma pequena viagem a Montevidéu, dos dias 10 a 14. Meu plano inicial de assistir o clássico entre Peñarol e Nacional foi frustrado quando descobri que a partida foi adiada em uma semana e vai ocorrer apenas no fim de semana seguinte, uma dia antes de minha volta ao trabalho, mas minha frustração inicial foi apagada quando descobri que conseguiria ver dois jogos e, consequentemente, conhecer dois estádios: o Nacional joga no Parque Central no sábado e o Peñarol, mesmo como visitante, disputa sua partida no lendário Estádio Centenário no dia seguinte. Resta agora, nos últimos dias, planejar o que fazer com o reduzido tempo que não será gasto com as partidas.

Se, no entanto, meu tempo na capital uruguaia será tão curto, os dias correm vagarosamente em Campinas. Cheguei até à conclusão que o melhor e mais revigorante das férias não é o afastamento do trabalho, de colegas de trabalho ou do ambiente corporativo - eu, pelo menos, tenho a satisfação de estar longe deste grau de insatisfação com meu emprego. O melhor desses períodos de descanso é conseguir fazer o que queremos com calma. 

Numa noite comum de semana tenho três horas para chegar em casa, arrumar algo para comer, jantar e, dependendo do dia, ir à academia respeitando o tempo para a digestão - isso quando não tenho aula de espanhol. Nessa pressa um prato requentado, um Miojo ou até um salgado de padaria acabam quebrando um galho e, mesmo assim, nem sempre dá tempo de fazer tudo que gostaria enquanto treino. Nesses dias de férias, contudo, dá para passar no mercado com calma, cozinhar direito o que der vontade - dentro das minhas capacidade, óbvio - e me exercitar usando todo o tempo necessário. Quase me esquecia: além do tempo livre estendido, também posso frequentar a academia no meio da tarde, horário em que não há nenhum outro "aluno" (aluno mesmo?) presente.

Enfim, serão mais alguns dias de leitura, litros de chimarrão consumido e quilômetros de caminhadas pelas ruas campineiras. Pretendo também escrever um pouco mais para o blog já que ele estava abandonado com um último post no distante dia 16 de abril. E, assim que voltar, posto imagens dos jogos e da viagem ao Uruguai.


No comments:

Post a Comment

comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...